Trending

CRESCIMENTO DE RAFAEL MOTTA PARA O SENADO VINHA SENDO ABAFADO, REVELA PESQUISA SETA


Pesquisa do instituto Seta realizada no universo de Mossoró, desfaz o que alguns institutos vem tentando enfiar de goela abaixo no eleitorado: que a candidatura do deputado Rafael Motta ao Senado não existe.

A realidade que vinha sendo negada foi apresentada na pesquisa divulgada pela Band nesta segunda-feira, e apontou Rafael em pé de igualdade com os candidatos Carlos Eduardo e Rogério Marinho.

E como previsto em estudos qualitativos, encostado no segundo colocado, o ex-ministro Rogério Marinho.

Confira os números da pesquisa estimulada:

Carlos Eduardo – 15,7%

Rogério Marinho – 13,3%

Rafael Motta – 10%

Dario Barbosa – 3,8%

Freitas Junior – 3%

Geraldo Pinho – 2,2%

Veterinária Shirley – 1,5%

Ninguém/branco/nulo – 7,2%

NS/NR – 43,3%

Como os números apontam um empate técnico entre os 3 principais nomes, o quesito rejeição terá para o Senado nesta pesquisa, a importância que os números para o governo não tem.

O candidato Carlos Eduardo que aparece na frente na estimulada, é o mais rejeitado: 15,3% do eleitorado mossoroense não votaria nele de jeito nenhum.

Rogério Marinho é o segundo mais rejeitado e 9,2% não votariam nele.

Já Rafael Motta tem 5% de eleitores entrevistados pelo instituto Seta dizendo que não votam nele.

Os demais índices de rejeição:

Freitas – 4,2%

Dario – 3,8%

Veterinária Shirley – 2,5%

Geraldo Pinho – 2%

Ninguém/branco/nulo – 8%

NS/NR – 50%

O Instituto Seta ouviu 600 eleitores apenas em Mossoró no dia 6 de agosto, e a pesquisa foi registrada sob protocolos RN-04289/2022 e BR-01012/2022.

FONTE: thaisagalvao.com.br 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads